Cinco Estrelas: assunto que causou burburinho na web, na última semana


Com certeza, quem possui uma conta no Twitter, rapidamente saberá do que estou falando. O termo #Nude nunca foi tão utilizado na rede desde que as fotos da atriz Jannifer Lawrence – protagonista da saga “Jogos Vorazes” – vazaram para quem quisesse ver.


Obviamente, não vou publicar tamanha safadezinha aqui, até porque somos um blog de família. (Sabe o Google, então, vai lá?)

Mas, fato é que o assunto rendeu pano pra manga e, mais rápido que a velocidade da luz, outras centenas de fotos antigas de famosos que já caíram por terra com suas saliências eróticas começaram a circular novamente. Teve Vanessa Hudgens (quem não se lembra do Breaking Free da moça?) toda trabalhada na diva do cabaré, Gretchen com sua boquinha sexy que todo mundo já está cansado de contestar, Chris Brown com seu P maiúsculo e Paris Hilton (famosa bitch do condomínio). Quanta gente pelada, povo!
Agora, o que todo mundo quer saber é como as fotos de Lawrence foram parar na internet? A polícia norte-americana está averiguando o caso, mas, desconfia-se que as imagens íntimas da atriz tenham sido vazadas devido uma falha do sistema  de localização do aparelho IPhone (chiquérrimo e nada seguro, né?) que possibilitou a ação de hackers. Agora é tarde? Jannifer está, literalmente, “em chamas’’. Se é que você me entende!

Selo Jobs de segurança 


Famosos se unem no ''desafio do gelo'' para arrecadar fundos


Foto: reprodução
Tudo começou com Mark Zuckerberg, que postou na internet um vídeo onde aparecia se molhando com um balde de água cheio de gelo. A explicação veio em seguida: o desafio consiste em arrecadar fundos para o combate da esclerose lateral amiotróficano mundo. Não demorou para que o vídeo inspirasse outros artistas, que rapidamente abraçaram a causa como, por exemplo, Justin Bieber e Bill Gates. No Brasil, a mania dos vídeos do ''Desafio do Gelo'' também foi instantânea. Ivete Sangalo, Preta Gil, Ana Maria Braga, Luciano Huck, Tiaguinho, Angélica e Neymar já desafiaram outras personalidades a se engajarem à mobilização em prol de uma causa nobre.


Assista abaixo alguns banhos gelados dos famosos:

video

Grupo lança movimento ''selfie do bem'' para ajudar amiga com câncer

Bastou uma foto nas redes sociais para que o Brasil passasse a conhecer Franciele Salmoria, portadora de leucemia e que está prestes a ser submetida ao tão discutido transplante de medula. O movimento chamado ''Selfie do Bem'' rapidamente ganhou força na internet e, em uma semana, o número de doadores de sangue dobrou, aumentando cem por cento os bancos sanguíneos dos hemocentros de Curitiba.

Por causa da doença e da baixa imunidade, Franciele não pode ter contato direto com as pessoas que vão até o hospital onde está internada para doarem, mas, da janela, faz questão de retribuir todo o carinho e solidariedade que beneficia não somente ela, mas milhares de pacientes com a mesma enfermidade.

Dê um clique no vídeo abaixo e conheça a luta de Fran:


Põe na Roda: pais comentam sobre filhos homossexuais

Nesse dia dos pais, vale indicar aqui um vídeo que está dando o que falar na internet, tudo graças aos integrantes do Põe na Roda, vloggers que já foram pauta do Na Moral, de Pedro Bial. Dessa vez, pais de filhos homossexuais abrem o coração para comentarem sobre a luta em prol da igualdade, do amor e, sobretudo, do respeito. Impossível não se emocionar, seja você pai ou não! 

Crescer

Nascemos sem dentes, chorando e achando tudo muito estranho. Quando chegamos por aqui já sentimos falta daquele abrigo quentinho em que vivemos durante nove meses, sem saber que, na verdade, deixamos para sempre uma colônia de férias.

Pouco a pouco os olhos vãos se abrindo e observando tudo ao redor até que as primeiras palavras sejam aprendidas. Alguns caminham depressa, outros gatinham por preguiça própria, mas a verdade é que todos crescem.

E se eu pudesse ser Peter Pan, seria. Viver na terra do nunca era bom demais. Nada me dava medo. Comida na hora certa, docinhos, mimos, abraços, carinhos, carrinhos e tudo de novo todos os dias. Mas aí, devagarinho a árvore vai se modificando e se tornando mais forte, as raízes começam a aparecer e quando nos damos conta já estamos caminhando sozinhos.

Ai, como eu queria alguém para me socorrer nas noites de pesadelo! Posso chorar em noites de pesadelo? Cadê aquele paninho velho, típico de todos nós? Pegaria mal dizer que agora tenho que me defender com armadura? Acho que os perigos também crescem!

Mas por onde ir? Por onde seguir? Tantos caminhos e direções que chega a ser tentadora tamanha fartura. Crescer parece ser legal. Quantos amigos! Sou tipo que coleciono recordes...do quesito popularidade em redes sociais? Minha avó estranharia esse mundinho da tela. 

Rede boa era rede presa por cordas, na varanda de casa. Nela cabia um, dois, três, era um barco viking e eu era o capitão. Num balanço só quase rolávamos mar adentro, sendo somente assim a maneira de entendermos, mesmo banguelas, que o oceanos mais se parecia com um chão duro. E foram galos, não dos que cantavam de manhã, mas dos que me levavam para o hospital todas as vezes que com uma queda me presenteava o dia. E, hoje em dia, mesmo sem ferimentos, daria tudo para voltar no tempo, abrir livros infantis e pegar no sono sozinho, acordar cedinho e assistir todos os desenhos, repetidos e amados desenhos. Queria mesmo não ter que escolher, ser capaz de não me abater, mas infelizmente o dom de se refazer não condiz com essa palavra estranha que batizaram de crescer.


Por Gui Faquini